Zé Alexandre, do time Claudia Leitte, vence primeira temporada do The Voice+

 Zé Alexandre, do time Claudia Leitte, vence primeira temporada do The Voice+
Compartilha
[wp_bannerize group="Pub - Inferior notícias" random="1" limit="1"]

Zé Alexanddre, 63, foi escolhido pelo público como o vencedor da primeira temporada do The Voice+ (Globo). Ele teve 39,40% dos votos na grande final do show de talentos para maiores de 60 anos. Como prêmio, ele receberá R$ 250 mil e um contrato com a gravadora Universal Music.

O carioca participou da disputa no time de Claudia Leitte, no qual conquistou uma vaga nas audições às cegas. A técnica, que participou do programa à distância após o marido receber diagnóstico de Covid, se emocionou com a vitória dele e apareceu chorando no telão.

“Tem sido uma mistura de adrenalina, apreensão e empenho”, disse ele ao F5 antes da final. “Tenho tentado cuidar da mente. Minha rede social aumentou em sete vezes. Os velhinhos estão com tudo.”

A final do programa começou com 8 participantes, sendo dois de cada time. Após a primeira rodada, os técnicos tinham que escolher qual das duas vozes seguia na competição e disputaria o voto popular, pela internet.

Pelo time do cantor Daniel, participaram Catarina Neves, 82, e Fran Marins, de 69. A primeira cantou “Malagueña Salerosa”, enquanto a segunda optou pelo clássico “Romaria”. O técnico acabou escolhendo Catarina.

“Não preciso dizer que as duas são fantásticas, elas estão aqui”, disse o cantor. “Quero agradecer por estarem junto comigo. A voz que vou escolher tem um alcance enorme, tem a cara do The Voice +, é uma voz além do seu tempo: Catarina Neves.”

Depois, foi a vez do time da funkeira Ludmilla se apresentar. Dudu França, 70, cantou a música “Oh! Darling”, dos Beatles, enquanto Sueli Rodrigues, 65, foi de “Goldfinger”, famosa na voz de Shirley Bassey. A técnica optou por Dudu.

“Mais uma apresentação que deixou a gente sem ar”, disse Ludmilla. “Agradeço pela trajetória até aqui. Levo uma bagagem cheia de aprendizado. Vocês vieram e deram o recado. A voz que vou escolher, me deixou mais tempo sem ar hoje, é o Dudu França.”

Na sequência, foi a vez das apresentações do time de Mumuzinho. Geraldo Maia, 61, interpretou “Sou Você”, de Caetano Veloso, e Leila Maria, 64, escolheu “Vou Deitar e Rolar (Qua Qua Ra Qua Qua)”. Esta última foi a escolhida pelo técnico para continuar.

“Leila é uma voz multi, que pode cantar o que quiser. Me orgulhou muito!”, disse ele. “A voz que vou salvar, hoje, é Leila Maria.”

O último time a se apresentar foi o de Claudia Leitte. Enquanto Vera do Canto e Mello, 83, apresentou a canção “Over the Rainbow”, Zé Alexanddre interpretou “Pétala”, de Djavan. A técnica optou pelo último.

“A minha escolha é uma voz forte e poderosa”, elogiou. “Ambos são, mas vou ser objetiva, dentro da minha gratidão e da minha admiração por ambos. Hoje, quem vai para segunda rodada é Zé Alexanddre.”

Na segunda rodada, Catarina Neves interpretou “Fascinação (Fascination)”, Dudu França foi de “Deixa Chover”, Leila Maria optou por “I Will Always Love You” e Zé Alexanddre cantou “Somebody To Love”, que o sagrou campeão da competição.

A versão da competição para maiores de 60 anos parece ter agradado à Globo. A emissora já abriu inscrições para uma segunda temporada do show de talentos, que ela promete levar ao ar em 2022.

*Todos os comentários são de responsabilidade dos seus autores