Rodrigo Maia diz a colegas que vai deixar o DEM

 Rodrigo Maia diz a colegas que vai deixar o DEM
Compartilha
[wp_bannerize group="Pub - Inferior notícias" random="1" limit="1"]

Desagradado após o impasse que resultou na derrota do seu grupo na Câmara, o ex-presidente da Casa, o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) avisou que vai deixar o partido.

Segundo informações do Congresso em Foco, do UOL, Maia já comumicou os colegas da sua decisão, mas o anúncio oficial será feito na próxima segunda-feira (8).

Apesar de ter costurado o apoio a Baleia Rossi (MDB), a maior parte dos parlamentares do DEM optaram por caminhar com Arthur Lira (PP-AL), nome apoiado por Jair Bolsonaro.

O presidente do DEM, ACM Neto, tem sido inclusive alvo de críticas tanto de Maia quanto de, por exemplo, Luiz Henrique Mandetta, ex-ministro da Saúde e considerado importante quadro do partido com possibilidade de disputar a presidência em 2022.

Esta semana, Maia conversou com o Cidadania e com o PSL, dono da segunda maior bancada da Câmara. A ideia do ex-presidente é formar uma chapa forte para daqui a dois anos.

Apesar do movimento de ruptura, muitos demistas não acreditam que Maia chegue às vias de fato.

Ele deve se reunir neste fim de semana com dois aliados do Rio de Janeiro, o prefeito Eduardo Paes e o secretário de Fazenda, Pedro Paulo (DEM).

Desde a vitória de Lira, Maia e ACM Neto não se falam.

Publicamente o ex-prefeito de Salvador já manifestou o desejo que de que Maia permaneça, mas reiterou que esta decisão cabe somente ao deputado carioca.

*Todos os comentários são de responsabilidade dos seus autores