Reféns são soltos por suspeito de envolvimento na morte de PM em Cosme de Farias

 Reféns são soltos por suspeito de envolvimento na morte de PM em Cosme de Farias
Compartilha

As vítimas feitas reféns por um suspeito de envolvimento na morte policial militar no bairro Cosme de Farias, em Salvador, foram soltas na madrugada desta segunda-feira (13). Com o suspeito, que está preso, foi apreendido um fuzil 556.

A casa de uma família foi invadida depois que um suspeito fugiu da polícia que invadiu o bairro em busca dos bandidos que mataram o tenente da Rondesp Atlântico, Mateus Grec de Carvalho Marinho, na noite deste domingo (12), durante troca de tiros.

Segundo apurado pelo BNews, guarnições da 58ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Cosme de Farias) e Rondesp foram surpreendidas por cerca de 20 suspeitos em uma região conhecida como Alto do Cruzeiro.

Leia também
Assista: Após morte de tenente, suspeito faz família refém em Cosme de Farias
Bandidos matam tenente da Rondesp em Cosme de Farias

O tenente foi atingido no tórax, onde não há proteção do colete à prova de bala. Ele foi levado para o Hospital Geral do Estado (HGE), mas não respondeu às tentativas de reanimação. De acordo com a polícia, quatro suspeitos foram baleados na ação.

Este é o segundo policial Rondesp morto em dois dias. No último sábado (11), um policial militar de 31 anos morreu durante serviço no distrito de Pindorama, em Porto Seguro, no Sul da Bahia.

De acordo com a Polícia Militar,  o soldado Antonio Elias Matos Silva estava com a guarnição da qual ele fazia parte quando realizava uma abordagem a duas pessoas. Os suspeitos resistiram à prisão e reagiram atirando contra os policiais. O soldado foi enterrado neste domingo.

*Todos os comentários são de responsabilidade dos seus autores