Onze casos de superfungo são registrados no Hospital da Bahia.

 Onze casos de superfungo são registrados no Hospital da Bahia.
Compartilha
[wp_bannerize group="Pub - Inferior notícias" random="1" limit="1"]

Onze pacientes foram diagnosticados com o superfungo fatal “Candida auris’” resistente a medicamentos no Hospital da Bahia, em Salvador. A situação está sendo tratada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) como surto.

De acordo com informações do jornal Correio, a confirmação dos casos no Hospital da Bahia foi feita pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab). Todos os pacientes sobreviveram à infecção. Ainda não há registros de outros casos no país.

O primeiro caso no estado foi confirmado pela Anvisa em dezembro de 2020. O organismo foi identificado pelo setor de microbiologia do hospital na amostra de ponta de cateter de um de seus pacientes internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) adulto da instituição.  Foram realizadas duas contraprovas, sendo uma no Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA) e outra na Universidade de São Paulo, que é a referência nacional do Ministério da Saúde, testando positivo em todas as ocasiões.

No geral, o  Candida auris é capaz de provocar doenças sistêmicas; infecções de doença sanguínea; infecções associadas e relacionadas a cateteres; e infecções de feridas cirúrgicas ou otológicas – nos ouvidos. 

*Todos os comentários são de responsabilidade dos seus autores