IBGE: Taxa de desocupação na Bahia chegou a cerca de 20% em novembro

 IBGE: Taxa de desocupação na Bahia chegou a cerca de 20% em novembro
Compartilha
[wp_bannerize group="Pub - Inferior notícias" random="1" limit="1"]

A taxa de desocupação na Bahia chegou a 19,8% no mês de novembro, de acordo com dados levantados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De acordo com o órgão, esse foi o percentual mais alto no estado, desde maio.

Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) e foram divulgados pelo IBGE nesta quarta-feira (23). A Bahia caiu uma posição no ranking nacional de segundo lugar em outubro para terceiro em novembro, abaixo de Maranhão (21,7%) e Amapá (20,9%).

Apesar da alta no número de desocupados, novembro também teve o maior número de trabalhadores em seis meses.

O nível da ocupação, que corresponde ao percentual de pessoas de 14 anos ou mais de idade que estão trabalhando, em novembro, seguiu em alta no estado e chegou, em novembro, a seu maior patamar de 43,1% , superando o indicador de maio, de 42,9%.

Entre outubro e novembro, o avanço da ocupação no estado cresceu em 1,5%, com mais 76 mil trabalhadores empregados, a maioria sem carteira assinada, no setor privado: 50 mil. Em dados gerais, o aumento da informalidade foi a maior do país, com 54 mil trabalhadores informais em um mês.

O grupo dos empregados com carteira assinada aumentou em 0,8% com relação a a outubro: cerca de 11 mil pessoas. Entre outubro e novembro, o número de trabalhadores por conta própria permaneceu estável em 1,574 milhão, menor que o de maio, que registrou 1,780 milhão.

*Todos os comentários são de responsabilidade dos seus autores