Gata pega Covid-19 dos tutores, também é diagnosticada e não resiste

 Gata pega Covid-19 dos tutores, também é diagnosticada e não resiste
Compartilha
[wp_bannerize group="Pub - Inferior notícias" random="1" limit="1"]

Uma gata diagnosticada com Covid-19 na cidade de Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul, morreu na madrugada da segunda-feira (22/03)
O caso foi notificado pela Divisão de Vigilância Ambiental em Saúde do Rio Grande do Sul à Superintendência Federal de Agricultura, Pecuária e abastecimento na última quinta-feira (18/03), mas o diagnóstico aconteceu em 5 de março após os proprietários contraírem a Covid-19.

No dia 18 de fevereiro, em torno de duas semanas após o diagnóstico positivo dos tutores, eles levaram a felina de dois anos de idade para um atendimento veterinário. No exame clínico, o animal apresentou “quadro de dispnéia (falta de ar), rouquidão ao vocalizar, tosse, hiporexia (perda de apetite) e leve perda de peso”, consta no relatório.

Além disso, conforme o documento, “o exame radiológico revelou quadro inflamatório pulmonar, compatível a patologias de caráter infeccioso”. Foi coletada, então, uma amostra da gata e realizado um teste RT-PCR pela Universidade de Caxias do Sul (UCS).

*Todos os comentários são de responsabilidade dos seus autores