Em meio à alta de casos de Covid, Samu de Salvador registra mais de 10 mil trotes

 Em meio à alta de casos de Covid, Samu de Salvador registra mais de 10 mil trotes
Compartilha
[wp_bannerize group="Pub - Inferior notícias" random="1" limit="1"]

Em meio ao aumento de casos da Covid-19 e internações ocasionadas pela doença, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Salvador recebeu, nos últimos quatro meses, 10.334 trotes telefônicos. Só em fevereiro, mês em que foi registrado um dos piores cenários da pandemia, foram 2.151 trotes atendidos por equipes do Samu.

De acordo com dados da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), em novembro do ano passado o serviço recebeu 3.455 ligações falsas. Já em dezembro foram registrados 2.777 trotes e em janeiro deste ano, 1.971.

A ligação com falso pretexto pode acarretar consequências como retardamento do atendimento de cidadãos que estão necessitando do serviço de urgência.

Além disso, a atitude gera desperdício do dinheiro público, já que há custos no deslocamento de ambulâncias. O trote é enquadrado com crime no artigo 266 do Código Penal, com pena de detenção de um a três anos.

*Todos os comentários são de responsabilidade dos seus autores