Câmara Criminal do TJ-BA confirma Habeas Corpus e mantém soltura de Iuri Sheik

 Câmara Criminal do TJ-BA confirma Habeas Corpus e mantém soltura de Iuri Sheik
Compartilha
[wp_bannerize group="Pub - Inferior notícias" random="1" limit="1"]

A Primeira Câmara Criminal 1ª Turma do Tribunal de Justiça da Bahia confirmou uma decisão liminar proferida pelo desembargador Eserval Rocha, em setembro do ano passado, e manteve Iuri dos Santos Abrão SIlva, mais conhecido como Iuri Sheik, em liberdade.

Iuri teve habeas corpus concedido pelo TJ-BA há cinco meses e deixou o Complexo da Mata Escura, onde estava preso de maneira preventiva desde junho de 2019 acusado de ter matado o empresário William Oliveira.

O advogado afirmou que o pedido de Habeas Corpus tem a ver com o excesso de prazo e não, como muita gente acredita, com supostos problemas de saúde do acusado e a possibilidade dele pegar coronavírus na cadeia.

A composição do julgamento foi com os seguintes desembargadores: Aracy Lima Borges, Eserval Rocha, Ivone Ribeiro Gonçalves Bessa Ramos e Luiz Fernando Lima, além do juiz substituto Francisco de Oliveira Bispo.

Procurada, a família da vítima afirmou que está em contato com o advogado de acusação para, posteriormente, se manifestar.

*Todos os comentários são de responsabilidade dos seus autores