AVALIAÇÃO DE BOLSONARO COMO RUIM OU PÉSSIMO CHEGA A 45%

 AVALIAÇÃO DE BOLSONARO COMO RUIM OU PÉSSIMO CHEGA A 45%
Compartilha
[wp_bannerize group="Pub - Inferior notícias" random="1" limit="1"]

A aprovação à gestão do presidente Jair Bolsonaro caiu de 37% para 26%, a maior queda semanal desde o início de seu governo, segundo resultados de uma pesquisa de EXAME/IDEIA. O resultado está no mesmo nível de junho de 2020, um dos momentos mais críticos da pandemia. A queda fez com que a desaprovação ao governo saltasse para 45%. A desaprovação de Bolsonaro é maior entre as pessoas com maior renda e maior escolaridade: entre os que ganham mais de cinco salários mínimos, 58% não aprovam a gestão do presidente. ➡️ No grupo dos que têm ensino superior, 64% desaprovam o governo federal. O levantamento foi realizado por telefone, em todas as regiões do país, e entrevistou 1200 pessoas, entre os dias 18 e 21 de janeiro. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos, e o nível de confiança é de 95%. O percentual de pessoas que considera o governo ótimo ou bom passou de 38% para 27%. Do mesmo modo, o grupo que avalia a gestão Bolsonaro como ruim ou péssima subiu de 34% para 45%.

*Todos os comentários são de responsabilidade dos seus autores