Após péssima sequência, torcida do Bahia pede “cabeça” de Dado Cavalcanti, que se diz tranquilo; “consciência do meu trabalho”

 Após péssima sequência, torcida do Bahia pede “cabeça” de Dado Cavalcanti, que se diz tranquilo; “consciência do meu trabalho”
Compartilha

Cinco jogos, todos com derrotas. Doze gols sofridos e nehum marcado. Apesar dos números negativos das últimas partidas e da cobrança da torcida, a diretoria do Bahia se mantém em silêncio e, a princípio, banca a permanência do técnico Dado Cavalcanti.

No domingo (1/8), após mais um revés, desta vez derrota por 1 a 0 para o Sport em pleno estádio de Pituaçu, Dado Cavalcanti reconheceu que o time vive um momento complicado, mas o momento é de buscar soluções.

“É um momento difícil, de instabilidade, mas é momento de focar no próximo desafio, procurar fazer o nosso melhor. A próxima partida é a oportunidade de fazer diferente. Teremos a possibilidade de contar com jogadores diferentes, focar nas soluções e não focar nos problemas”, disse.

O Bahia enfrenta o Atlético-MG, na quarta-feira (4/8), pela Copa do Brasil. O Tricolor precisa vencer por dois gols de diferença se quiser pelo menos levar a decisão para os pênaltis. “Não podemos dizer que há declínio. É necessário dizer que estamos em dificuldade. Temos que ter respeito pela insatisfação de todos os torcedores e temos que buscar nossa solução, pensar fora de caixa para voltar a vencer”, completou.

Por fim, Dado se disse “tranquilo” apesar da longa sequência de insucessos. “Tenho muita consciência do meu trabalho. Sei do fardo, o do peso que é ser treinador do Bahia. Estou muito tranquilo desde quando assumi. Sei da pressão. Não mudou nada desde o primeiro momento em que assumi o comando vestindo a camisa do Bahia”.

REVOLTA

Nas redes sociais do Bahia, o clima é de revolta entre os torcedores. “Absurdo. Todo segundo semestre e isso! Crise de apatia!!!”, diz um seguidor. Outro ironiza com a situação. “Quando for rebaixado vocês trocam de técnico…”. “Parabéns Dado, Guilherme Bellintani e Vitor Ferraz! Mais um vexame na conta de vocês, incompetentes”, brada.

*Todos os comentários são de responsabilidade dos seus autores