A Justiça libera adoção de filhotes de shih-tzu encontrados no porta-malas de carro

 A Justiça libera adoção de filhotes de shih-tzu encontrados no porta-malas de carro
Compartilha
[wp_bannerize group="Pub - Inferior notícias" random="1" limit="1"]

A Justiça liberou para adoção 16 dos 63 filhotes de shih-tzu, que foram encontrados dentro de caixas no porta-malas de um carro, em agosto do ano passado. Todo o processo de adoção está sendo liderado pelo Instituto de Proteção Patruska Barreiro, em Salvador. 

Vale lembrar que os interessados em adotar os pets devem procurar o instituto e preencher o formulário. A adoção responsável exigirá uma seleção feita por uma comissão formada por veterinários e psicólogos.

Além disso, os novos donos dos filhotes vão arcar com custos de castração e vacina. Contudo, também devem assinar um termo de responsabilidade e fornecer informações sobre os animais quando for solicitado.

As informações do instituto podem ser obtidas no número: (71) 99263-3732.

O caso 

Os 63 filhotes de shih-tzu foram encontrados dentro de caixas no porta-malas de um carro, no final de agosto de 2020, em Itaberaba, região da Chapada Diamantina, na Bahia. O motorista do veículo chegou a ser preso em flagrante por mais tratos.

Na ocasião, a polícia recebeu denúncias de que o homem, suspeito de ter cometido o crime, teria abandonado três animais no trecho de Tanquinho de Lençóis.

Após os animais serem apreendidos, as instituições de proteção acolheram para serem tratados. Entretanto, a maioria dos 63 cachorros não resistiu por causa do estado de saúde.

*Todos os comentários são de responsabilidade dos seus autores